IBEU Florianópolis: desigualdade em serviços coletivos urbanos

IBEU Florianópolis: desigualdade em serviços coletivos urbanos

Considerada a segunda melhor região metropolitana em bem-estar urbano do Brasil, a RM de Florianópolis tem boa avaliação em indicadores como mobilidade urbana e condições habitacionais. No entanto, apresenta forte desigualdade em indicadores como atendimento de serviços coletivos urbanos e infraestrutura. É o que mostra a análise de Gustavo Henrique P. Costa sobre o IBEU Local da RM de Florianópolis: enquanto a capital apresenta índices altos de bem-estar urbano, municípios como Palhoça e São Pedro de Alcântara têm baixa qualidade – reafirmando disparidades significativas no território.

 

Clique aqui para baixar o PDF