IBEU VITÓRIA: boa qualidade nos serviços coletivos urbanos

IBEU VITÓRIA: boa qualidade nos serviços coletivos urbanos

A partir de uma análise mais geral sobre índices sintéticos como o IDH, os pesquisadores Pablo Lira, Latussa Laranja e Larissa Magalhães mostram a relevância do “IBEU” para a interpretação de questões complexas inerentes ao fenômeno metropolitano. É o caso da Região Metropolitana da Grande Vitória, que apresentou os melhores resultados em bem-estar urbano na dimensão de serviços coletivos, já que 72,1% das áreas que compõem a RMGV possuem condições boas. Em contrapartida, a dimensão em que o indicador tem o pior desempenho proporcional é a infraestrutura, em que 25,3% das áreas estão em condições inferiores.

Clique aqui para baixar o PDF